29 de janeiro de 2013

E tentaremos um retorno...

Meninas e meninos do meu Braseeeeeeeeeeel!!!
E aqui estamos...

Peço desculpas por todo esse tempo sumidíssima!
Muitas coisas aconteceram neste meio tempo...
Um namorado foi... outro (mtoooo melhor) veio... O que veio, infelizmente foi de vez, e aqui estou..
Triste e viúva.. Sim, meu namorado faleceu...
Então estou aqui, com as minhas lágrimas e meus sentimentos e pensei... Opa... botar pra fora no blog!
Ou seja, tentarei voltar... mas não prometo viu...
vamos ver até q ponto a tristeza profunda é inspiradora como diriam os grandes poetas!

Bjos e outras coisas boas

M.J.

28 de janeiro de 2012

Tipos de Piranha - A sua AMIGA

Quem não tem aquela amiga, que é tão amiga, mas que é tão amiga que daria a (sua) vida para te (se) ver bem!!!
Ela está sempre com você, vive te rodeando, vocês fazem parzinho com amigos... Mas, na hora que você vira as costas... Nhock!!! Já era o seu cachorro!!!
Faz de amiga, chama pra sair, divide conta quando você está sem grana... Mas tem um lado dela, bem lá no fundo, meio que escondido que morre é de inveja de tudo que é seu... Incluindo Namorado!



Como saber se ela é desse tipo? Quer andar parecida demais, no mesmo estilo, mesma franja, mesma bota... Mesmas girias, maneiras de falar... Pode desconfiar... ela quer é ser VOCÊ!!!

Keep Distance! Placa muito boa que deveria estar perto de todas essas 'amigas'.

Não é que ela não goste de você, ela gosta, mas gosta tanto que quer suas coisas pra ela. Só isso!!! rsrs

24 de novembro de 2011

Ele não presta... mas eu pegava - Rafael Cardoso


Meninas, ele é lindo, gostoso, um sonho... Ai ai... E Tooooodo perfeitinho!!!
Com vocês, o sonho da novela das 6 e da ultima da 7... Rafael Cardoso... ai ai












E ainda gosta de cachorro.... =D

Meeeeeeeeeu Deeeeeeeeeeeeus!!!

23 de novembro de 2011

Tipos de Piranha – Piranha Bonitinha (ou Zinha)


  • Piranhaes boazinhae
Ela é meiguinha, boazinha, amiguinha, bonitinha, desprotegidinha, pequenininha, delicadinha, recatadinha, um amorzinho e você está doida para vê-la mortinha!


Ela sempre está ali, servindo de conselheira, de amiga, é da turma antiga dele, quem sabe do colégio ou entao namorou com um amigo dele a muito tempo atras (ou não!). Mas o que ela mais faz, só que faz bem feito, é dar bola para o seu namorado.


Eu nem acho que seja pessoal, só o seu namorado não, ela gosta é de cara comprometido! ela gosta de saber "o que ele tem que ela está com ele". Ela faz cara de santa (é parente proxima da Piranhaes santinhae), mas na verdade é ruim! Mas ela é tao ruim que nem um adjetivo normal ela merece, todo mundo fala dela no diminutivo! Não é nem bonita, nem meiga, nem amiga... ela eh uma Inha, ou Zinha, se vocês preferirem!!! kkkkkkk

Ela tem até cara de namoradinha... Mas quer ser namoradinha do seu namorado!

Mas muito cuidado com esse tipo de piranha, ela está até nas igrejas (em bandos de no máximo 3, por que se não já é gente demais pra espalhar que ela é uma Zinha), cursos de enfermagem, e paisagismo zen budista!

Cuidado, ao verem uma Zinha por perto... Coloquem o cachorro na coleira e mantenham a rédea curtíssima!

22 de novembro de 2011

Nem é pra tanto!

Oi pessoas!
Hoje eu estou aqui para fazer uma coisa que não é o meu normal: Defender os homens, seus direitos e os nossos relacionamentos em consequência disso!!! rsrs

Li um texto hoje muuuito bom no Facebook de uma amiga, não sei a autora, mas vou transcreve-lo e comentá-lo da mesma forma que fiz na página dela.

‎"Homem tem medo de mulher independente!
Pior ainda, homem tem medo de mulher que BOMBA!
Aí o cara.. conhece uma gata, linda e com estilo nada convencional de se vestir. Bebe tanto quanto ele..
Se ele não quiser sair, ela sai só com as amigas. Topa qualquer saída.
... ... ... Não tem tempo ruim, banca suas coisas. Se tiver meio sem grana, se diverte como dá.
Se tiver bem de dinheiro, pode até pagar pras amigas. Conversa com todo mundo, conhece muita gente. Falando assim, parece bem divertido ficar com uma mulher dessa.E é!
O PROBLEMA É QUE GRANDE PARTE DOS HOMENS NÃO SEGURA A ONDA DE UMA MULHER PAU-A-PAU COM ELES, aí eles namoram a Sandy, a Sandy é fácil de namorar. Ela sai, mas não dança até o chão. Ela não bebe. Nada de decotes ou mini saias. Se o namorado não quiser, ela não sai. Ficam em casa, assistindo comédias românticas.
Mas quer saber? Mulher que bomba dispensa homem sem coragem!
Mulher de verdade assusta!
Uma grande mulher não precisa de homem para se destacar..
Mas para ser um grande homem com certeza precisa-se de uma GRANDE MULHER!!

Não concordo com isso não sabe... Conheço mil homens que não tem medo de mulher forte, e sim PREGUIÇA!!! A imensa maioria não gosta de competir em um relacionamento, e não é por medo de perder não,e sim por que relacionamentos não são feitos para competição, e sim para cooperação!
Domingo de manhã, estava eu e o meu digníssimo cachorro tendo uma DR amigável (daquelas que não é briga, só esclarece que y não tem pingo) e ele me disse: Você acha que eu gostaria de ter uma mulher que não precisasse de mim? Logico que não! Eu preciso tanto de você... Você me ensina tanto todo dia... Eu gosto de precisar de você e gosto que você precise de mim também. Você precisa, não é?
E é logico que eu preciso, se não, por que estaria com ele?
E isso me botou pra pensar, quantas mulheres lindas , independentes ao extremo, bem resolvidas financeiramente e completamente mal amadas você conhece? Eu conheço várias! Inumeráveis e incalculáveis meninas lindas e infelizes com o coração. O amor é dependência, nem que seja só a dependência afetiva.
Os homens não querem Sandys não, mas eles também não querem uma mulher que goste de competir pau-a-pau com eles não. Em uma relação saudável entre um homem e uma mulher, um pau só já basta! Rsrsrs

Se elas vivem bem sem ele, não precisam pra nada, gostam de sair sozinhas e são tão autossuficientes, o que ele está fazendo ali mesmo?!

Pensem nisso! Deixem o homem ser só o homem... Nada mais que isso!


21 de novembro de 2011

Com a palavra... Tati Bernardi

Ontem depois que você foi embora confesso que fiquei triste como sempre.

Mas, pela primeira vez, triste por você. Fico me perguntando que outra mulher ouviria os maiores absurdos como você, um homem de 32 anos, planejar ir a uma matinê brega com gente sem assunto no próximo domingo e, ainda assim, não deixar de olhar pra você e ver um homem maravilhoso.

Que outra mulher te veria além da sua casca? Você não entende que eu baixei a música do “Midnight Cowboy” e umas boas do Talking Heads, Vinícius de Morais e do Smiths porque achei divertido te fazer uma massa ouvindo algumas músicas que dão vontade de viver. Uma massa que você não vai comer porque está perdendo o paladar para o que a vida tem de verdadeiro e bom. É tanta comida estragada, plastificada e sem sal, que você está perdendo o paladar para mulheres como eu. E você não sabe como vale a pena gostar de alguém e acordar na casa dessa pessoa e tomar suco de manga lendo notícias malucas no jornal como o cara que acha que é vampiro. Tudo sem vírgula mesmo e, nem por isso, desequilibrado ou antes da hora.

Você não sabe como isso é infinitamente melhor do que acordar com essa ressaca de coisas erradas e vazias. Ou sozinho e desesperado pra que algum amigo reafirme que o seu dia valerá a pena. Ou com alguma garotinha boba que vai namorar sua casca. A casca que você também odeia e usa justamente para testar as pessoas “quem gostar de mim não serve pra mim”.
E eu tenho vontade de segurar seu rosto e ordenar que você seja esperto e jamais me perca e seja feliz. E entenda que temos tudo o que duas pessoas precisam para ser feliz. A gente dá muitas risadas juntos. A gente admira o outro desde o dedinho do pé até onde cada um chegou sozinho. A gente acha que o mundo está maluco e sonha com a praia do Espelho e com sonos jamais despertados antes do meio-dia. A gente tem certeza de que nenhum perfume do mundo é melhor do que a nuca do outro no final do dia. A gente se reconheceu de longa data quando se viu pela primeira vez na vida.

E você me olha com essa carinha banal de “me espera só mais um pouquinho”. Querendo me congelar enquanto você confere pela centésima vez se não tem mesmo nenhuma mulher melhor do que eu. E sempre volta. Volta porque pode até ter uma coxa mais dura. Pode até ter uma conta bancária mais recheada. Pode até ter alguma descolada que te deixe instigado. Mas não tem nenhuma melhor do que eu. Não tem.

Porque, quando você está com medo da vida, é na minha mania de rir de tudo que você encontra forças. E, quando você está rindo de tudo, é na minha neurose que encontra um pouco de chão. E, quando precisa se sentir especial e amado, é pra mim que você liga. E, quando está longe de casa gosta de ouvir minha voz pra se sentir perto de você. E, quando pensa em alguém em algum momento de solidão, seja para chorar ou para ter algum pensamento mais safado, é em mim que você pensa. Eu sei de tudo. E eu passei os últimos anos escrevendo sobre como você era especial e como eu te amava e isso e aquilo. Mas chega disso.

Caiu finalmente a minha ficha do quanto você é, tão e somente, um cara burro. E do quanto você jamais vai encontrar uma mulher que nem eu nesses lugares deprê em que procura. E do quanto a sua felicidade sem mim deve ser pouca pra você viver reafirmando o quanto é feliz sem mim e principalmente viver reafirmando isso pra mim. Sabe o quê? Eu vou para a cama todo dia com 5 livros e uma saudade imensa de você. Ao invés de estar por aí caçando qualquer mala na rua pra te esquecer ou para me esquecer. Porque eu me banco sozinha e eu me banco com um coração. E não me sinto fraca ou boba ou perdendo meu tempo por causa disso. E eu malho todo dia igual a essas suas amiguinhas de quem você tanto gosta, mas tenho algo que certamente você não encontra nelas: assunto. Bastante assunto.

Eu não faço desfile de moda todos os segundos do meu dia porque me acho bonita sem precisar de chapinha, salto alto e peito de pomba. Eu tenho pena das mulheres que correm o tempo todo atrás de se tornarem a melhor fruta de uma feira. Pra depois serem apalpadas e terem seus bagaços cuspidos.

Também sou convidada para essas festinhas com gente “wanna be” que você adora. Mas eu já sou alguém e não preciso mais querer ser. E eu, finalmente, deixei de ter pena de mim por estar sem você e passei a ter pena de você por estar sem mim. Coitado.

Tati Bernardi

5 de setembro de 2011

Voltei!!!!!!!!!!!!!!!!!

Mas tô indo viajar uns dias... E de lá, não da pra postar!

Quando voltar, prometo várias histórias e postagens!!!

Ah, curtam a pagina no Facebook http://www.facebook.com/pages/Manual-da-Vingan%C3%A7a-da-Mulher-Moderna/206500129397229?sk=wall

Bjos e até a volta!

M.J.